Pirituba volta a ter cinema após mais de 30 anos

Por Rafael Balago

Após mais de 30 anos, a região de Pirituba voltou a ter um cinema. Há três semanas, foi aberto o complexo de sete salas do Cinemark no Tietê Plaza Shopping. Ainda com cheiro de novo, o espaço tem poltronas confortáveis dispostas em forma de arquibancada. As telas são grandes, o som é adequado e há bom espaço entre as fileiras.

O lado de fora tem decoração sóbria, mas bem-feita. A entrada, ao lado da praça de alimentação, reúne muitos totens de autoatendimento, o que ajuda a escoar as filas. A bombonnière vende sacos grandes de pipoca, e os blockbusters são maioria na programação.

Nesta semana, “Vingadores – Era de Ultron” ocupa três das sete salas, e “Velozes e Furiosos 7″, outras duas. Há espaço para sessões dubladas e legendadas. Os ingressos custam de R$ 18 a R$ 31, valor menor do que o complexo de cinema mais próximo, o Espaço Itaú Pompeia, no shopping Bourbon, onde os ingressos vão de R$ 22 a R$ 46.

X

Porém, o Cinemark Center Norte, também na zona norte, cobra menos: o ingresso mais barato lá sai por R$ 8, mesmo valor do tíquete no vizinho Shopping D. No cinema do Santana Parque Shopping, na mesma região, as entradas partem de R$ 9.

Pirituba tinha cinemas de bairro até os anos 1970. Antes do Tietê, o cinema mais próximo ficava do outro lado do rio: o Lapa Centerplex, com apenas três salas, que ficou entre os últimos colocados na avaliação feita pelo “Guia Folha” neste ano.

Bairros próximos a Pirituba, como Jaraguá, Perus, Brasilândia e Freguesia do Ó, não possuem cinemas e devem gerar público para as novas salas, que demoraram a inaugurar. Entre a abertura do shopping e a primeira sessão de cinema foram 16 meses, devido à demora nas obras.

Consulte a programação do Cinemark Tietê Plaza

X