‘Wayra – Fuerza Bruta': 5 dicas para quem vai ver o espetáculo incrível

Por Luiza Wolf

O grupo argentino Fuerza Bruta, que tem residência fixa em Nova York, trouxe à São Paulo o espetáculo “Wayra – Fuerza Bruta”. Ele já passou por mais de 20 países das Américas, Europa e Ásia.

Trata-se de uma sucessão de performances tecnológicas, aliadas à música ao vivo e eletrônica, com as quais o público interage. O clima lembra muito uma balada (bem doida).

Estive na pré-estreia, na quinta (9), e além de garantir se tratar de experiência imperdível, deixo aqui algumas dicas práticas aos leitores:

1) Sapatos confortáveis: fica-se em pé durante toda a apresentação. Nem pense em ir de salto, leitora.

2) Esqueça a chapinha: dentro do Ginásio Mauro Pinheiro vai chover, ventar e cair papeizinhos. E mais, os artistas podem lhe chamar para participar da performance, e quebrarem um isopor cheio de confete na sua cabeça (como aconteceu comigo).

3) Procure posicionar-se no meio do ginásio: a performance acontece por todos os lados, mas, no meio, você tem chances de estar bem abaixo da piscina suspensa e bem perto da esteira onde o ator corre e vence obstáculos.

4) Prepare o celular: é permitido filmar e fotografar, desde que não use flash.

5) Se joga, mas se contenha: é hora de pirar, de se empolgar com o surpreendente e de dançar como se ninguém estivesse olhando. No entanto, não é permitido agarrar os artistas, que chegam muito perto de você, muito menos puxar a lona, a corda ou qualquer outro recurso que eles estejam usando.

Wayra- Fuerza Bruta. Ginásio Mauro Pinheiro (parte do complexo do Ginásio Ibirapuera) – av. Abílio Soares, 1.300, Paraíso, zona sul, São Paulo, SP. Qui. e sex.: 21h. Sáb.: 18h e 21h. Dom.: 17h. Até 31/5. Ingr.: R$ 170 a R$ 190. Ingressos pelo site www.ticketsforfun.com.br.

Veja trechos das performances abaixo: